Você está aqui
  1. Exercícios
  2. Exercícios de Biologia
  3. Exercícios sobre dominância completa, incompleta e codominância

Exercícios sobre dominância completa, incompleta e codominância

Respondendo a estes exercícios sobre dominância completa, incompleta e codominância, é possível avaliar o que você aprendeu sobre as formas de relação entre os alelos.

Questão 1

O albinismo é uma desordem genética que afeta a produção de melanina. Essa produção é determinada pela presença de um alelo A, e observa-se ainda que o indivíduo homozigoto recessivo é albino. Diante disso, podemos afirmar que se trata de um caso de:

a) Alelos letais.

b) Dominância completa.

c) Dominância incompleta.

d) Epistasia.

e) Codominância.

ver resposta


Questão 2

A maravilha (Mirabilis jalapa) é uma planta que apresenta flores vermelhas, brancas e rosas. O fenótipo rosa é determinado quando a planta é heterozigota e caracteriza-se por ser uma coloração intermediária. A maravilha é, portanto, um exemplo clássico de:

a) Alelos letais.

b) Dominância completa.

c) Dominância incompleta.

d) Epistasia.

e) Codominância.

ver resposta


Questão 3

Quando afirmamos que dois alelos se expressam quando estão em heterozigose, estamos referindo-nos a

a) Alelos letais.

b) Dominância completa.

c) Dominância incompleta.

d) Epistasia.

e) Codominância.

ver resposta


Questão 4

(Unifor) Na espécie humana, os alelos que determinam sangue do tipo A (IA) e do tipo B (IB) são codominantes. Esses dois alelos, porém, são dominantes sobre o alelo responsável por sangue do tipo O (i). Assim, se uma mulher com tipo sanguíneo A tem um filho com tipo sanguíneo B, o sangue do pai da criança pode ser do tipo:

a) B ou O.

b) A, B, AB ou O.

c) AB ou B.

d) A ou B.

e) A, B ou AB.

ver resposta


Questão 5

(Unicentro) Dominância incompleta, ou semidominância, ocorre quando alelos em heterozigose promovem efeitos diferentes no fenótipo em relação ao estado de homozigose. Em plantas maravilhas, os genótipos abaixo influenciam nos seguintes fenótipos:

– BB = flores vermelhas.

– bb = flores brancas.

– Bb = flores rosas.

Em cruzamento entre uma maravilha vermelha e uma branca, nasceu, em F1, 90 maravilhas rosas. Qual a porcentagem de indivíduos da cor vermelha ocorrerá se autofecundarmos duas maravilhas da F2?

a) 50%.

b) 25%.

c) 100%.

d) 0%.

d) 75%.

ver resposta


Questão 6

Um indivíduo pode apresentar um dos quatros tipos sanguíneos existentes: A, B, AB e O. Apesar de existirem quatro tipos sanguíneos, eles são determinados apenas por três alelos. Isso se deve ao fato de que o sangue AB é um caso de:

a) epistasia.

b) pleiotropia.

c) dominância completa.

d) dominância incompleta.

e) codominância.

ver resposta


Questão 7

Imagine que uma espécie de mamífero possua pelagem branca ou preta, sendo a cor preta determinada por um alelo dominante B, e a cor branca, por um alelo recessivo b. Sabendo-se que se trata de uma dominância completa, que cor terá o mamífero com genótipo Bb?

a) Preto

b) Branco

c) Cinza

d) 50% branco e 50% preto

e) É impossível determinar a cor da pelagem do mamífero.

ver resposta


Questão 8

Marque a alternativa que indica corretamente o nome utilizado para descrever uma situação em que o indivíduo heterozigoto apresenta um fenótipo intermediário em relação ao fenótipo dos homozigotos.

a) Epistasia

b) Pleiotropia

c) Dominância completa

d) Dominância incompleta

e) Codominância

ver resposta


Questão 9

Ao realizar seus trabalhos sobre hereditariedade, Mendel analisou várias características das ervilhas, sendo uma delas a cor. A cor da ervilha é determinada por dois alelos: V, para a cor amarela, e v, para a cor verde. Sabendo-se que se trata de um caso de dominância completa, qual a probabilidade de indivíduos heterozigotos originarem um indivíduo com sementes amarelas?

a) 0%

b) 25%

c) 50%

d) 75%

e) 100%

ver resposta


Questão 10

O exemplo mais conhecido de codominância é o sistema ABO. Nele observamos que os alelos IA e IB, quando aparecem em um mesmo indivíduo, expressam-se e determinam o sangue AB. Diante dessa informação, qual a probabilidade de um indivíduo de sangue AB ter um filho com uma pessoa do sangue O e esse filho ter sangue AB?

a) 0%

b) 25%

c) 50%

d) 75%

e) 100%

ver resposta


Questão 11

(UEL) Um menino tem o lobo da orelha preso e pertence a uma família na qual o pai, a mãe e a irmã possuem o lobo da orelha solto. Esta diferença não o incomodava até começar a estudar genética e aprender que o lobo da orelha solto é um caráter controlado por um gene com dominância completa. Aprendeu também que os grupos sanguíneos, do sistema ABO, são determinados pelos alelos IA, IB e i. Querendo saber se era ou não filho biológico deste casal, buscou informações acerca dos tipos sanguíneos de cada um da família. Ele verificou que a mãe e a irmã pertencem ao grupo sanguíneo O, e o pai, ao grupo AB. Com base no enunciado, é correto afirmar que:

a) A irmã é quem pode ser uma filha biológica, se o casal for heterozigoto para o caráter grupo sanguíneo.

b) Ambos os irmãos podem ser os filhos biológicos, se o casal for heterozigoto para os dois caracteres.

c) O menino é quem pode ser um filho biológico, se o casal for heterozigoto para o caráter lobo da orelha solta.

d) A mãe desta família pode ser a mãe biológica de ambos os filhos, se for homozigota para o caráter lobo da orelha solta.

e) O pai desta família pode ser o pai biológico de ambos os filhos, se for homozigoto para o caráter grupo sanguíneo.

ver resposta


Questão 12

(UERJ) Em algumas raças de gado bovino, o cruzamento de indivíduos de pelagem totalmente vermelha com outros de pelagem totalmente branca produz sempre indivíduos malhados, com pelagem de manchas vermelhas e brancas. Admita um grupo de indivíduos malhados, cruzados apenas entre si, que gerou uma prole de 20 indivíduos de coloração totalmente vermelha, 40 indivíduos com pelagem malhada e 20 indivíduos com coloração inteiramente branca. O resultado desse cruzamento é exemplo do seguinte fenômeno genético:

a) epistasia.

b) pleiotropia.

c) dominância.

d) codominância.

ver resposta



Respostas

Resposta Questão 1

Alternativa “b”. Trata-se de um caso de dominância completa, pois um alelo impede a manifestação do outro quando estão em heterozigose.

voltar a questão


Resposta Questão 2

Alternativa “c”. A dominância incompleta é aquela em que se observa a formação de um fenótipo intermediário por causa de uma ausência de dominância.

voltar a questão


Resposta Questão 3

Alternativa “e”. A codominância é um caso em que não há formação de fenótipo intermediário, uma vez que os dois alelos se expressam em heterozigose.

voltar a questão


Resposta Questão 4

Alternativa “c”. O sangue da mulher deve ser IAi para poder gerar um filho de sangue tipo B. O pai, por sua vez, deve apresentar o alelo para o sangue B, devendo ser, portanto, AB (IAIB) ou B (Ibi).

voltar a questão


Resposta Questão 5

Alternativa “b”. As flores rosas são heterozigotas (Bb). O cruzamento entre duas plantas Bb produzirá como descendentes: BB, Bb, Bb, bb. Isso significa que haverá 50% de chance de nascer descendentes rosas, 25% de chance de nascerem descendentes vermelhos e 25% de chance de nascerem descendentes brancos.

voltar a questão


Resposta Questão 6

Alternativa “e”. O fenótipo AB ocorre, pois tanto o alelo IA quanto o alelo IB expressam-se. Esse é um exemplo claro de codominância.

voltar a questão


Resposta Questão 7

Alternativa “a”. O mamífero será preto, pois o alelo B é dominante e expressa-se em heterozigose.

voltar a questão


Resposta Questão 8

Alternativa “d”. Na dominância incompleta, o heterozigoto apresenta um fenótipo intermediário. Esse é  o caso da planta maravilha, que apresenta indivíduos homozigotos vermelhos e brancos e um fenótipo intermediário rosa em indivíduos heterozigotos.

voltar a questão


Resposta Questão 9

Alternativa “d”. Do cruzamento de heterozigotos, teremos a seguinte proporção de genótipos: 25% VV, 50% Vv e 25% vv. Como se trata de um caso de dominância completa, os indivíduos heterozigotos apresentarão coloração amarela (V é dominante e determina cor amarela). Sendo assim, temos a probabilidade de 75% de nascerem indivíduos que darão origem a sementes amarelas. 

voltar a questão


Resposta Questão 10

Alternativa “a”. A probabilidade de nascer um indivíduo AB é 0%, pois o indivíduo do sangue O só possui alelos i.

voltar a questão


Resposta Questão 11

Alternativa “c”. Apesar de o lobo da orelha solto ser um carácter dominante, o menino poderia ser filho dos seus supostos pais, caso fossem heterozigotos. No que diz respeito ao grupo sanguíneo, um indivíduo de sangue AB não poderia ter filhos com sangue O, pois não possui o alelo i.

voltar a questão


Resposta Questão 12

Alternativa “d”. O caso em questão é de codominância, pois o indivíduo intermediário apresenta pelagem com manchas vermelhas e brancas, ou seja, expressa os dois alelos.

voltar a questão


Artigo relacionado
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
  • Elipse

    Resolva nossos exercícios sobre elipse para fixar seus conhecimentos!
  • Uso dos porquês

    Que tal exercitar seus conhecimentos sobre os porquês? Responda!
  • Verbos

    O quanto você conhece sobre verbos? Nossas questões te colocam à prova!