Você está aqui
  1. Exercícios
  2. Exercícios de Geografia
  3. Exercícios sobre taylorismo

Exercícios sobre taylorismo

Esta lista de exercícios avaliará a sua capacidade em reconhecer os principais elementos que caracterizam o sistema taylorista de produção de bens industrializados.

Questão 1

O taylorismo é uma forma de produção advinda do processo de sistematização das atividades industriais. Qual o principal objetivo do taylorismo?

A) Emprego de técnicas de customização dos produtos fabricados.

B) Inclusão de ferramentas tecnológicas na linha de montagem.

C) Utilização de técnicas e métodos sustentáveis na linha de produção.

D) Adoção de tecnologia da informação para gerenciar a produção.

E) Aumento da produtividade no menor tempo de trabalho possível.

ver resposta


Questão 2

As linhas de produção do sistema taylorista têm como principal característica a(o)

A) especialização do trabalho dos operários.

B) ausência de controle do tempo de produção.

C) utilização de trabalhadores destreinados.

D) produção customizada das mercadorias.

E) controle da produção pelo próprio operário.

ver resposta


Questão 3

O modelo de produção taylorista tem como figura central a atuação de um profissional responsável pelo planejamento da linha de produção. Além disso, esse profissional exerce o monitoramento dos demais trabalhadores da fábrica. Qual o nome do conceito desenvolvido por Taylor que resultou no emprego desse tipo de profissional nas indústrias?

A) Auxiliar de produção

B) Divisão do trabalho

C) Trabalho assalariado

D) Gerência científica

E) Divisão em classes

ver resposta


Questão 4

A utilização de métodos científicos no taylorismo era norteada por um conjunto de quatro princípios básicos de produção. Qual das alternativas abaixo NÃO apresenta um desses princípios?

A) Princípio do planejamento

B) Princípio da preparação dos trabalhadores

C) Princípio do controle

D) Princípio da tecnologia da informação

E) Princípio da execução

ver resposta


Questão 5

Qual característica remete ao trabalho executado pelos operários em uma linha de produção taylorista?

A) O pequeno volume de treinamento dos operários.

B) O emprego de formas flexíveis de produção.

C) O desconhecimento de todo o processo produtivo.

D) A pequena produtividade dos trabalhadores.

E) A ausência de etapas de planejamento da produção.

ver resposta


Questão 6

O taylorismo foi um modelo produtivo que buscou aperfeiçoar a produção operária no contexto das indústrias. Contudo, uma crítica relaciona ao modelo citado é a(o)

A) exacerbada repetição de atividades pelo trabalhador.

B) elevado volume de desperdício de matéria-prima.

C) participação do trabalhador no planejamento da produção.

D) geração de custos trabalhistas para o empregador.

E) atuação de movimentos trabalhistas sindicais.

ver resposta


Questão 7

Após o taylorismo, novos métodos de produção foram desenvolvidos, como o fordismo. Uma evolução que difere ambos os modelos de produção está na

A) implementação de uma linha de montagem automatizada por esteiras.

B) participação ativa do trabalhador em todas as etapas da produção.

C) diminuição dos estoques gerados pelas atividades produtivas.

D) flexibilização do tempo realizado pelo trabalhador na linha produtiva.

E) exclusão do papel do gerente no controle da produção industrial.

ver resposta


Questão 8

Os modelos fordista e taylorista foram amplamente empregados em diversos ramos industriais. No entanto, inovações produtivas consolidaram a construção de um terceiro modelo de produção, chamado de toyotismo. A principal diferença entre o taylorismo e o toyotismo está na

A) verificação da qualidade produtiva no final da produção.

B) repetição das ações do trabalhador na linha produtiva.

C) produção em massa de bens de alto custo produtivo.

D) geração de um amplo estoque de bens industrializados.

E) atuação do operário em diferentes etapas da produção.

ver resposta


Questão 9

(Enem) Outro importante método de racionalização do trabalho industrial foi concebido graças aos estudos desenvolvidos pelo engenheiro norte-americano Frederick Winslow Taylor. Uma de suas preocupações fundamentais era conceber meios para que a capacidade produtiva dos homens e das máquinas atingisse seu patamar máximo. Para tanto, ele acreditava que estudos científicos minuciosos deveriam combater os problemas que impediam o incremento da produção.

Taylorismo e Fordismo. Disponível em: www.brasilescola.com. Acesso em: 28 fev. 2012.

O taylorismo apresentou-se como um importante modelo produtivo ainda no início do século XX, produzindo transformações na organização da produção e, também, na organização da vida social. A inovação técnica trazida pelo seu método foi a

A) utilização de estoques mínimos em plantas industriais de pequeno porte.

B) cronometragem e controle rigoroso do trabalho para evitar desperdícios.

C) produção orientada pela demanda enxuta atendendo a específicos nichos de mercado.

D) flexibilização da hierarquia no interior da fábrica para estreitar a relação entre os empregados.

E) polivalência dos trabalhadores que passaram a realizar funções diversificadas numa mesma jornada.

ver resposta


Questão 10

(Enem 2021) Com a retração do binômio taylorismo/fordismo, vem ocorrendo uma redução do proletariado industrial, fabril, tradicional, manual, estável e especializado, herdeiro da era da indústria verticalizada do tipo taylorista e fordista. Esse proletariado vem diminuindo com a reestruturação produtiva do capital, dando lugar a formas mais desregulamentadas de trabalho, reduzindo fortemente o conjunto de trabalhadores estáveis por meio de empregos formais.

ANTUNES, R. O caracol e sua concha: ensaio sobre a nova morfologia do trabalho. São Paulo: Boitempo, 2005.

Uma nova característica dos trabalhadores requerida pelas mudanças apresentadas no texto é o(a)

A) formação em nível superior.

B) registro em organização sindical.

C) experiência profissional comprovada.

D) flexibilidade no exercício da ocupação.

E) obediência às normas de segurança laboral.

ver resposta


Questão 11

(Enem 2014) A introdução da organização científica taylorista do trabalho e sua fusão com o fordismo acabaram por representar a forma mais avançada da racionalização capitalista do processo de trabalho ao longo de várias décadas do século XX.

ANTUNES, R. Os sentidos do trabalho: ensaio sobre a afirmação e a negação do trabalho. São Paulo: Boitempo, 2009 (adaptado).

O objetivo desse modelo de organização do trabalho é o alcance da eficiência máxima no processo produtivo industrial que, para tanto,

A) adota estruturas de produção horizontalizadas, privilegiando as terceirizações.

B) requer trabalhadores qualificados, polivalentes e aptos para as oscilações da demanda.

C) procede à produção em pequena escala, mantendo os estoques baixos e a demanda crescente.

D) decompõe a produção em tarefas fragmentadas e repetitivas, complementares na construção do produto.

E) outorga aos trabalhadores a extensão da jornada de trabalho para que eles definam o ritmo de execução de suas tarefas.

ver resposta


Questão 12

(Enem) Um trabalhador em tempo flexível controla o local do trabalho, mas não adquire maior controle sobre o processo em si. A essa altura, vários estudos sugerem que a supervisão do trabalho é muitas vezes maior para os ausentes do escritório do que para os presentes. O trabalho é fisicamente descentralizado, e o poder sobre o trabalhador, mais direto.

SENNETT, R. A corrosão do caráter: consequências pessoais do novo capitalismo. Rio de Janeiro: Record, 1999 (adaptado).

Comparada à organização do trabalho característica do taylorismo e do fordismo, a concepção de tempo analisada no texto pressupõe que

A) as tecnologias de informação sejam usadas para democratizar as relações laborais.

B) as estruturas burocráticas sejam transferidas da empresa para o espaço doméstico.

C) os procedimentos de terceirização sejam aprimorados pela qualificação profissional.

D) as organizações sindicais sejam fortalecidas com a valorização da especialização funcional.

E) os mecanismos de controle sejam deslocados dos processos para os resultados do trabalho.

ver resposta



Respostas

Resposta Questão 1

Alternativa E. O principal objetivo do taylorismo é o aumento da produtividade na indústria. Dessa maneira, são aplicadas diferentes estratégias de produção. O trabalhador, nesse sistema, deve desenvolver sua atividade da forma mais rápida possível e com baixo índice de erros, resultando, assim, em uma elevada produtividade.

voltar a questão


Resposta Questão 2

Alternativa A. A forma de trabalho taylorista busca a maior especialização do trabalhador. Desse maneira, cada operário se torna especialista em uma determinada função, por meio da realização de uma tarefa específica e repetitiva, em um curto espaço de tempo.

voltar a questão


Resposta Questão 3

Alternativa D. A gerência científica é uma metodologia de produção do sistema taylorista baseada na centralidade da figura do gerente. Esse profissional tem como tarefas principais a realização do planejamento da linha de produção e o monitoramento do trabalho dos operários.

voltar a questão


Resposta Questão 4

Alternativa D. O sistema taylorista tinha como premissas básicas o planejamento, a execução e o controle das linhas de produção. Os aspectos atrelados às inovações tecnológicas baseadas na informação não estavam presentes nesse sistema produtivo.

voltar a questão


Resposta Questão 5

Alternativa C. O operário, no sistema taylorista, torna-se especialista em uma determinada função. Dessa maneira, há um total desconhecimento dele com relação às demais etapas da linha de produção.

voltar a questão


Resposta Questão 6

Alternativa A. A principal crítica ao sistema taylorista de produção está atrelada ao trabalho repetitivo dos operários. No geral, a rotina desses trabalhadores era extremamente cansativa, com longas jornadas de trabalho, marcadas pela repetição de uma mesma ação.

voltar a questão


Resposta Questão 7

Alternativa A. A principal inovação tecnológica desenvolvida com o método de produção fordista foi a implementação de linhas de produção automatizadas. Dessa maneira, o trabalhador tornava-se ainda mais especializado, concentrado unicamente na sua função, sem a necessidade de transportar objetos ao longo da linha de produção.

voltar a questão


Resposta Questão 8

Alternativa E. A principal inovação do toyotismo, com relação ao taylorismo e também ao fordismo, foi a autorização da participação do trabalhador nas diferentes etapas de produção. Sendo assim, há uma superação da especialização produtiva do operário, marcante no modelo taylorista.

voltar a questão


Resposta Questão 9

Alternativa B. O taylorismo tem como premissa básica o aumento da produtividade. Dessa maneria, há um alto rigor no processo da produção pelo monitoramento das ações dos trabalhadores, por meio de mecanismos como cronômetros e relatórios de produtividade. Além disso, esses mecanismos vigiam também a utilização das matérias-primas, já que o desperdício de materiais culmina no aumento de custos.

voltar a questão


Resposta Questão 10

Alternativa D. A principal característica do binômio taylorismo/fordismo é a especialização do trabalhador. No entanto, por meio do desenvolvimento de novas formas de produção, houve o crescimento de modelos de trabalho mais flexíveis, inclusive nas linhas de montagem.

voltar a questão


Resposta Questão 11

Alternativa D. A linha de produção do modelo taylorista é marcada pela especialização do trabalhador. Dessa forma, cada operário é responsável por uma determinada tarefa, que deve ser cumprida, no menor tempo possível, por meio de uma ação que é repetida inúmeras vezes ao longo do dia de trabalho.

voltar a questão


Resposta Questão 12

Alternativa E. No sistema taylorista/fordista, o controle da produção é realizado nos processos desenvolvidos na linha de montagem. Contudo, a partir de novas formas produtivas, muito mais flexíveis, o controle da produção focalizou nos resultados finais da fábrica. Um exemplo de sistema de produção concentrado no resultado do trabalho fabril é o toyotismo.

voltar a questão


Artigo relacionado
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
  • Classificação dos verbos

    Teste como estão os seus conhecimentos sobre as diferentes classificação de verbos. Acesse!
  • Intertextualidade

    Solucione os nossos exercícios sobre esse interessante recurso da linguística textual.
  • Uso do gerúndio

    Você sabe quando o uso do gerúndio é correto? Fique ligado(a) para acertar todos os exercícios!