Você está aqui
  1. Exercícios
  2. Exercícios de Geografia
  3. Exercícios sobre fordismo

Exercícios sobre fordismo

Esta lista de exercícios permitirá medir os seus conhecimentos sobre o fordismo, um modelo de produção industrial desenvolvido no século XX por Henry Ford.

Questão 1

O fordismo é um modelo de produção industrial criado por Henry Ford no início do século XX. Qual a principal característica do fordismo?

A) A utilização do trabalho flexível.

B) A automação dos processos industriais.

C) A diminuição das horas de trabalho.

D) O encarecimento das matérias-primas.

E) O aumento dos custos de produção.

ver resposta


Questão 2

O fordismo foi desenvolvido em qual país industrializado?

A) Japão.

B) Estados Unidos.

C) Alemanha.

D) Países Baixos.

E) Suécia.

ver resposta


Questão 3

O sistema fordista de produção apresentou muitas transformações voltadas para o funcionamento da indústria. Uma das principais inovações do modelo fordista foi a:

A) implantação da linha de montagem.

B) promoção da inteligência artificial.

C) atenuação do trabalho repetitivo.

D) criação de redes de comunicações.

E) consolidação do trabalho em grupo.

ver resposta


Questão 4

São características do sistema fordista, com exceção de:

A) utilização da esteira rolante na produção industrial.

B) padronização na fabricação de bens manufaturados.

C) elevação da produtividade nas unidades industriais.

D) consolidação da lógica flexível de produção fabril.

E) monitoração do tempo de produção do trabalhador.

ver resposta


Questão 5

A questão da qualidade é central em vários modelos de produção industrial. Assinale a alternativa que apresenta corretamente o funcionamento do controle de qualidade no sistema fordista.

A) A qualidade do produto é verificada à distância por meio de videoconferência.

B) A verificação da qualidade é tarefa somente do gerente de produção da fábrica.

C) A monitoração da qualidade da produção não é realizada pela própria empresa.

D) O exame da qualidade do produto é realizado em todas as etapas de fabricação.

E) O processo de avaliação da qualidade é realizado somente no final da produção.

ver resposta


Questão 6

Os modelos de produção apresentam significativas diferenças em relação ao processo de trabalho industrial. No sistema fordista, o trabalho é:

A) desenvolvido por profissionais que apresentam alta qualificação.

B) flexibilizado devido à atuação do trabalhador em várias frentes.

C) implementado de maneira coletiva com a formação de grupos.

D) especializado por meio da atuação repetitiva dos trabalhadores.

E) realizado somente por equipamentos da linha de montagem fabril.

ver resposta


Questão 7

O fordismo provocou mudanças profundas na lógica produtiva global, com destaque para o:

A) aumento da importância da indústria automobilística e a flexibilização da produção.

B) diminuição da padronização dos produtos e o aumento do número de trabalhadores.

C) desenvolvimento de atividades automatizadas e a expressiva queda da produtividade.

D) processo de especialização produtiva fabril e a preocupação com a sustentabilidade.

E) crescimento da produtividade das indústrias e a diminuição dos custos de produção.

ver resposta


Questão 8

O modelo de produção fordista entrou em declínio ao longo do século XX, entre outros motivos, devido à:

A) geração de grandes excedentes produtivos.

B) valorização do trabalhador especializado.

C) diminuição da produtividade das fábricas.

D) amplificação do desemprego estrutural.

E) utilização de trabalhadores qualificados.

ver resposta


Questão 9

(Fatec 2013) Para preparar uma caixa de telefone celular com carregador de bateria, fone de ouvido e dois manuais de instrução, o empregado da fábrica dispõe de apenas seis segundos. Finalizada essa etapa, a embalagem é repassada ao funcionário seguinte da linha de montagem, o qual tem a missão de escanear o pacote em dois pontos diferentes e, em seguida, colar uma etiqueta. Em um único dia, a tarefa chega a ser repetida até 6 800 vezes pelo mesmo trabalhador.

(blogdosakamoto.blogosfera.uol.com.br/2013/08/12/ Acesso em: 12.08.2013. Adaptado)

Refletindo sobre a situação exposta no texto, é correto afirmar que essa fábrica se organiza pelo sistema de produção conhecido como:

A) toyotismo, no qual a mecanização do trabalho leva à divisão equitativa dos lucros entre os operários.

B) toyotismo, no qual os trabalhadores controlam os meios de produção e produzem no seu próprio ritmo.

C) fordismo, no qual cada um dos trabalhadores realiza todas as etapas do processo produtivo nas fábricas.

D) fordismo, no qual a livre iniciativa do trabalhador determina o ritmo das fábricas e o volume da produção.

E) fordismo, no qual há uma divisão do trabalho, e a mecanização da produção leva à repetição de tarefas.

ver resposta


Questão 10

(UESPI 2011) Nos primórdios do século XX, surgiram, nos Estados Unidos, o “Taylorismo” e o “Fordismo”, que são assuntos amplamente estudados pela Geografia. Esses assuntos se referem diretamente à:

A) repressão aos movimentos sindicais nas grandes indústrias do país.

B) adoção de uma rígida política de substituição de importações.

C) implantação de novos métodos de organização do trabalho.

D) política de utilização da máquina a vapor na indústria de tecidos.

E) política de abolição da rotatividade de trabalhadores frequente nas indústrias.

ver resposta


Questão 11

(UEPB-2008) “Em 1905, a Ford tinha 33 fábricas nos Estados Unidos e 19 no estrangeiro. Todas produziam o mesmo carro negro, o Ford ‘T’ – o carro de ‘todo o mundo’ –, fabricando quinze milhões de exemplares de maneira padronizada”.

“A Nissan inventa o automóvel à la carte” “O sistema [...] já está operando em todas as concessionárias da Nissan desde agosto de 1991. [...] é um sistema de informação de ponta que coordena a produção e a venda, e [...] que permite dar ao cliente o prazo exato. [...] a fabricação se aproxima de uma produção segundo a demanda”.

(BECKOUCHE, Pierre. Indústria um só mundo. São Paulo: Ática, 1995. p. 28 e 31.)

Os dois fragmentos de texto acima exemplificam as transformações dos métodos de produção e de trabalho, com consequentes mudanças na forma de consumo da população mundial. Eles falam, respectivamente:

A) da produção flexível e do pós-fordismo.

B) do fordismo e do taylorismo.

C) do socialismo e do capitalismo.

D) do fordismo e do método Just in time.

D) da indústria planificada e do toyotismo.

ver resposta


Questão 12

(UEPB 2007) “O tempo rotinizado prendia o trabalho ao solo, enquanto a massa dos prédios da fábrica, o peso do maquinário e o trabalho permanentemente atado acorrentavam o capital. Nem capital nem trabalho estavam ansiosos para mudar, e nem seriam capazes disso”.

(Zigmunt Baumam – A Modernidade Líquida, 2001, p. 135.)

Os elementos grifados no texto são típicos de uma fase do processo de industrialização. Portanto, o autor faz referência:

A) à indústria fordista, com o emprego em larga escala do trabalho extremamente especializado e pouco qualificado, que apresentava rigidez nas relações de produção e na organização do trabalho, e a fabricação que se dava em série para atender ao consumo de massa.

B) ao artesanato, que prendia os artesãos e aprendizes às regras das corporações de ofícios, limitando a oferta de mercadorias e o acúmulo de capital.

C) à indústria pós-fordista, que utiliza alta tecnologia e o trabalho flexível para produzir com estoques reduzidos visando nichos de mercado.

D) à manufatura, que instalou suas fábricas nas cidades e implantou o trabalho assalariado e a divisão técnica do trabalho como forma de aumentar a produção e o consumo, viabilizando a acumulação capitalista.

E) à fase na qual os comerciantes, tentando se libertar das amarras das corporações de ofício, distribuíram as etapas do processo produtivo com os artesãos que estavam no campo, utilizando-se da mão de obra familiar.

ver resposta



Respostas

Resposta Questão 1

Alternativa B. A principal característica do fordismo é a implementação da automação dos processos industriais. A criação de máquinas e equipamentos autônomos contribuiu para a dinamização da produção industrial, principalmente por meio do aumento da produtividade.

voltar a questão


Resposta Questão 2

Alternativa B. O fordismo foi criado nos Estados Unidos, por Henry Ford, no início do século XX. A princípio, o modelo de produção fordista foi adotado na indústria automobilística Ford Motor Company, mas logo expandido para os demais ramos da atividade industrial.

voltar a questão


Resposta Questão 3

Alternativa A. A implantação da linha de montagem foi uma das principais inovações tecnológicas do modelo fordista. A linha de montagem automatizada, por meio de esteiras rolantes, foi determinante para a diminuição do tempo de fabricação do produto. Esse elemento possibilitou ainda o aumento da especialização do trabalhador e o declínio dos custos de produção.

voltar a questão


Resposta Questão 4

Alternativa D. As principais características do fordismo estão atreladas à automação do processo industrial e à especialização do trabalhador fabril. Esses fatores geraram uma maior produtividade e padronização da produção. A lógica flexível da produção fabril é uma característica do toyotismo, modelo industrial criado após o fordismo, pelo industrial Eiji Toyoda.

voltar a questão


Resposta Questão 5

Alternativa E. O controle de qualidade no modelo de produção fordista acontece no final da fabricação. Sendo assim, o produto passa por todos os processos industriais de produção até a verificação da qualidade. Portanto, o controle de qualidade é realizado somente no final do processo produtivo, por meio da análise da padronização do produto.

voltar a questão


Resposta Questão 6

Alternativa D. O trabalho na lógica fordista de produção é caracterizado pela especialização do trabalhador. O operário torna-se um especialista em determinada atividade industrial, fator que contribui para a consolidação de um trabalho repetitivo e alienado.

voltar a questão


Resposta Questão 7

Alternativa E. O modelo fordista de produção contribuiu para a elevação da produtividade das indústrias junto com a diminuição dos custos produtivos. Esse cenário foi possibilitado por meio das inovações do sistema fordista, como a automação dos processos industriais e a especialização produtiva do trabalhador.

voltar a questão


Resposta Questão 8

Alternativa A. O modelo fordista, por meio da consolidação de novas técnicas produtivas, fomentou o aumento da produção fabril. Porém, esse crescimento não foi acompanhado da capacidade de compra da população. Logo, houve a geração de grandes excedentes produtivos, ou seja, o expressivo acúmulo de estoques. Esse cenário foi um dos contribuintes para o declínio da produção fordista ao longo do século XX.

voltar a questão


Resposta Questão 9

Alternativa E. O modelo fordista de produção fabril é caracterizado pela clara divisão do trabalho, empreendida por meio da especialização produtiva do trabalhador. A mecanização dos processos fabris é dada pela execução repetitiva das tarefas desempenhadas pelo operário na linha de produção.

voltar a questão


Resposta Questão 10

Alternativa C. O fordismo foi um modelo produtivo inspirado no taylorismo. Esses dois métodos de produção industrial tinham como objetivo organizar a fabricação de produtos por meio da adoção de técnicas específicas de trabalho.

voltar a questão


Resposta Questão 11

Alternativa D. A Ford é um exemplo de modelo fordista de produção. A produção industrial na lógica fordista é caracterizada, entre outros fatores, pela padronização dos produtos. Já a Nissan apresenta uma lógica de produção toyotista. Esse modelo é fruto da lógica de produção adaptada à demanda, também chamado de Just in time.

voltar a questão


Resposta Questão 12

Alternativa A. O modelo fordista é caracterizado pela especialização produtiva do trabalhador, que desempenhava uma única função na linha de montagem, por meio da execução de um trabalho mecanizado e repetitivo. A produção industrial nesse modelo está voltada ao consumo de massa por meio da grande padronização dos produtos.

voltar a questão


Artigo relacionado
Leia o artigo relacionado a este exercício e esclareça suas dúvidas
  • Classificação dos verbos

    Teste como estão os seus conhecimentos sobre as diferentes classificação de verbos. Acesse!
  • Intertextualidade

    Solucione os nossos exercícios sobre esse interessante recurso da linguística textual.
  • Uso do gerúndio

    Você sabe quando o uso do gerúndio é correto? Fique ligado(a) para acertar todos os exercícios!